SCPR 13,5 - GGRF Q2 cópia

SC Papo Randômico #13,5 – Geek & Games Rio Festival / GGRF

Feed / iTunes / Android / Download / Como Assinar um Podcast

Queridos Geeks, Gamers & Casters,

O Rio de Janeiro recebeu no mês de janeiro de 2017, o evento Geek & Game Rio Festival na Barra da Tijuca.

Thiago Simão, Mario Felix e o Gustavo Faria, também conhecido como Coca (Podcast CocaTech) batem um papo sobre sua experiência nessa primeira edição do GGRF.

E nessa edição ainda iremos contar com entrevistas exclusivas com autores e podcasters.

Até.

Mural de recados

Part. Esp. Mario Felix

Link

Breve…

Sphera na Rede

Instagram e Twitter : @spherageek
Snapchat: spherageek
Grupo de ouvintes: OuvintoSphera
ilhado01e02

[SL] Ilhado: Sonho Antigo (1) e Velhos Amigos (2) – HQ

Olá Geeks e Quadrineiros,

A Geek & Games festival, que ocorreu no Rio de Janeiro no mês de abril, trouxe boas experiências e contatos com pessoas maravilhosas!!!!

Uma delas foi o Podcaster, escritor e quadrinista Vitor Coelho e seu trabalho autoral: Ilhado.

Sinopse

Às vezes, os sonhos parecem bastante reais, por serem situações que poderiam  – ou quase – acontecer com você. Mas e quando a experiência do sonho se torna contínua, como a vida? E quando o que você imaginou na noite de hoje é sempre a continuação do que ocorreu na memória onírica ontem? Ilhado talvez tenha algo a nos dizer sobre isso…

Análise

Em novembro de 2015 foi lançado na FIQ (Festival Internacional dos Quadrinhos), o primeiro volume de Ilhado com o Subtítulo de “Sonho Antigo”. Sua primeira tiragem- 120 quadrinhos se esgotou durante o evento, isso possibilitou a vinda do volume 02, com o subtítulo de “Velhos Amigos”.

Antes de adentrar essa história, temos que apontar o responsável pela arte do quadrinho, o já consagrado Marcelo Salaza (Zenescope, Ronin Studio e Viper Press).

Apresentações feitas, a hq nos trás um drama inicial bem elaborado e contextualizado no cotidiano de Daniel (Personagem Principal) que terá como eixo o teor psicológico do caso.

Nesse dois primeiros volumes começamos a sentir de leve o medo, o terror e o suspense que o autor está querendo trazer.

Mas ter poucas páginas deixa a vontade extrema de querer mais…Sua leitura passa muito rápida e é fluida.

O Arco deste quadrinho está sendo pretendido para cinco volumes, sendo que o terceiro já está na mão do Salazar para termos continuidade.

O Autor é super acessível e vale a pena dar essa força para o mercado nacional!!

Até mais!!

Link

Metavirus

Loja 

Facebook MetaVirus

Twitter do Vitor

Dados Técnicos

Formato Americano (17x26cm)

Capa colorida

Miolo em preto e branco

22 páginas

Gold Xbox

[SG] Jogos With Gold – Maio (Xbox)

Geeks, Gamers e Xbox Maníacos,

Parece que nesse mês a Dona Microsoft deu uma diminuída na velocidade e colocou alguns jogos mornos.

Vamos para eles:

Obs: Só clicar nos nomes que verás os trailers.

Xbox One

Xbox 360 (Xbox One via retrocompatibilidade)

 

Portal_PsPlus

[SG] Jogos da PLUS e Gold – Abril de 2017 (Playstation / XboxOne)

Geeks e Gamers,

Segue a lista dos jogos que nós assinantes poderemos desfrutar.

 

Lista completa de jogos do Playstation:

  • Drawn To Death (PS4)
  • Lovers in a Dangerous Spacetime (PS4)
  • Invizimals: the Lost Kingdom (PS3)
  • Alien Rage – Extended Edition (PS3)
  • 10 Second Ninja (PS Vita, cross buy PS4)
  • Curses ‘n Chaos (PS Vita, cross buy PS4)

Lista completa de jogos do Xbox:

  • Ryse:Son of Rome (Xone)
  • The Walking Dead: Season Two (Xone)
  • Darksiders (360 retro XOne)
  • Assassin’s Creed Revelations (360 retro XOne)

coração gamer

[SG] Lançamentos de Games – Abril de 2017

Geeks e Gamers,

Mais uma lista recheada de jogos para você.

E aí, vai comprar algum?

Abril/2017
04/04/17

Lego City Undercover (Nintendo Switch / PC / PlayStation 4 / Xbox One)
PaRappa the Rapper Remastered (PlayStation 4)
Persona 5 (PlayStation 3 / PlayStation 4)
11/04/17

Yooka-Laylee (PC / PlayStation 4 / Xbox One)
18/04/17

Full Throttle Remastered (PC / PlayStation 4 / PlayStation Vita)
Wonder Boy: The Dragon’s Trap (Nintendo Switch / PlayStation 4 / Xbox One)
21/04/17

Micro Machines World Series (PC / PlayStation 4 / Xbox One)
25/04/17

Outlast II (PC / PlayStation 4 / Xbox One)
Sniper: Ghost Warrior 3 (PC / PlayStation 4  / Xbox One)
28/04/17

Little Nightmares (PC / PlayStation 4  / Xbox One)
Mario Kart 8 Deluxe (Nintendo Switch)

SpheraCast 11 - OPOdcastÉDelas Animes, mangás e mangakás Quadrado cópia

SpheraCast #11 – Animes, Mangás e Mangakás Femininas #OPodcastÉDelas

 

Feed / iTunes / Android / Download / Como Assinar um Podcast

Olá amigas e amigos do SpheraGeek,

Com muito amor no coração temos a honra de ser o último Podcast do projeto #OPodcastÉDelas a lançar um episódio.

Arita Rigonato e Thiago Simão, recebem Thatá Finoto do PQP Cast,  do Mitografias e  Priscila Rúbia do Leitor Cabuso/Cabuloso Cast e Perdidos na Estante, para um papo massa sobre personagens, animes e mangakás femininas e o seu impacto social.

Lembrando que esse cast faz parte do projeto #OPodcastÉDelas, para saber sobre os outros episódios é só clicar aqui, e sobre quem está participando clique aqui.

 

Mural de Recados

Domenica Mendes do  Leitor Cabuso/Cabuloso Cast e Perdidos na Estante

Rodrigo Basso do Covil Geek 

 

Link

(Breve)

 

Sphera na Rede

Instagram e Twitter : @spherageek
Snapchat: spherageek

 

 

Cinema

[SC] Lançamentos de Cinema – 30/03/2017

Olá Geeks e Cinéfilos de plantão,

Vamos aos lançamentos de cinema que encerram as atividades de Março.

 

O Poderoso Chefinho (The Boss Baby, Tom McGrath, Estados Unidos)

A Vigilante do Amanhã (Ghost in the Shell, Rupert Sanders, Estados Unidos)

O Mundo Fora Do Lugar (Die Abhandene Welt, Margarethe von Trotta, Alemanha)

O Espaço Entre Nós (The Space Between Us, Peter Chelsom, EUA)

A Glória e A Graça (Flávio R. Tambellini, Brasil)

Os Belos Dias de Aranjuez (Les Beaux Jours d’Aranjuez, Wim Wenders, França, Alemanha)

O Ornitólogo (L’ornithologue, João Pedro Rodrigues, Portugal, França, Brasil)

Mulheres do Século 20 (20th Century Women, Mike Mills, EUA)

Dolores (Juan Dickinson, Argentina)

 

 

 

 

capa sphera especial 005 quadrado cópia

[#OPodcastÉDelas] SpheraCast Especial #005 -Julie Ramos, Um Bate Papo

Feed / iTunes / Android / Download / Como Assinar um Podcast

Olá Amigas e Amigos do SpheraGeek,

Fazendo parte do projeto o #OPodcastÉDelas que no mês de março inundou essa internet coisa linda de Deus, com podcast’s, textos e vídeos voltados para nossas queridas produtoras de conteúdo.

O Sphera não faz diferente e antes de trazer no seu cast principal a matéria do projeto convidamos a cantora Julies Ramos para bater um papo com o nosso Engenheiro Chef do SpheraGeek Rodrigo Fernandes.

Obs. O som não está em boa qualidade, mas achamos importante em trazer em aúdio em vez de transcrito.

Bom cast!

Link

Facebook
Canal do Youtube
Deezer

Sphera na Rede

Email: contato@spherageek.com
Instagram e Twitter : @spherageek
Snapchat: spherageek
Youtube: www.youtube.com.br/spherageek
Grupo de ouvintes: OuvintoSphera

oscars-2014-shorts

[SC] Quem ganhou o Oscar foi… #EuNoOscar

Geeks e Cinéfilos,

Tivemos mais um espetáculo na noite do dia 26 de fevereiro de 2017.

Marcado por confusões tivemos La La Land ganhando melhor filme e depois corrigiram por Moonlight, Trump sendo o mais citado da noite, doces caindo do céu e Azarões ganhando.

Vamos para os ganhadores.

obs: Clique no nome dos filmes para ler nossa análise!

Melhor Filme

“Moonlight: Sob a Luz do Luar”

Melhor Diretor

Damien Chazelle, “La La Land

Melhor Atriz

Emma Stone, “La La Land

Melhor Ator

Casey Affleck, “Manchester à Beira-Mar”

Melhor Atriz Coadjuvante

Viola Davis, “Cercas”

Melhor Ator Coadjuvante

Mahershala Ali, “Moonlight: Sob a Luz do Luar”

Melhor Roteiro Original

Kenneth Lonergan, “Manchester à Beira-Mar”

Melhor Roteiro Adaptado

Barry Jenkins, Terrell Alvin McLaney “Moonlight: Sob a Luz do Luar”

Melhor Longa de Animação

“Zootopia”

Melhor Filme Estrangeiro

“O Apartamento”

Melhor Documentário

“O.J.: Made in America”

Melhor Trilha Sonora Original

La La Land”, Justin Hurwitz

Melhor Canção Original

“City of Stars” “La La Land

Melhor Edição

A Chegada”, Joe Walker

Melhor Fotografia

La La Land”, Linus Sandgren

Melhor Figurino

“Animais Fantásticos e Onde Habitam”, Colleen Atwood

Melhor Direção de Arte

La La Land” – Davis Wasco

Melhor Maquiagem e Penteado

“Esquadrão Suicida”

Melhor Mixagem de Som

“Até o Último Homem”

Melhor Edição de Som

A Chegada

Melhores Efeitos Visuais

Mogli: O Menino Lobo

Melhor Curta de Animação

“Piper: Descobrindo o Mundo”

Melhor Curta de Ficção

“Sing”

Melhor Curta de Documentário

“The White Helmets”

 

Ano que vem tem mais!

Bye

940895_1125023844185882_2141535948795646652_n

[SC] Mogli: O Menino Lobo #EuNoOscar

Nota do Editor: Mogli ganhou melhor efeitos visuais e foi muito merecido! (27/02/2017)
Geeks e Cinéfilos,
 .
Hoje iremos viajar na belíssima e tocante adaptação cinematográfica Mogli – O Menino Lobo. Baseado na série literária de Rudyard Kipling: o Livro da Selva.  Não deixando de salientar que a Disney, dona dos direitos autorais, já havia adaptado em 1967 um desenho animado e com muito sucesso.
 .
Com estreia mundial para o dia 14 de abril de 2016, o diretor Jon Favreau (ele mesmo de Homem de Ferro e Vingadores) comanda a trupe que trás mais um live da Disney.
 .
Vamos dar uma olhada na sinopse e passaremos para os comentários sem spoilers do filme.
 .
Sinopse
 .
A trama gira em torno do jovem Mogli (Neel Sethi), garoto de origem indiana que foi criado por lobos em plena selva, contando apenas com a companhia de um urso e uma pantera negra.
 .
Análise
 .
Tomado pela nostalgia do início ao fim, assisti com muita emoção a já conhecida história do menino lobo.
 .
De início já temos um choque com os gráficos lindos, animais bem feitos e um execelente 3D de profundidade. Esse conjunto me fez viver e sentir cada aventura com os personagens. A qualidade das paisagens e o cuidado de como elas foram criadas me lembraram muito o filme Pi.
 .
Com o desenrolar do enredo acompanhamos uma estruturação coesa com partes sensiveis e comicas, gerando assim um roteiro bem fluido. Felizmente ou infelizmente tive o sentimento que o filme acabou rápido.
 .
A música, essa sim, me fez voltar à infância. Essa trilha tocou o necessário, somente o necessário (rs).
 .
Para finalizar, como não indicar esse filme! Assista-o em 3D, legendado ou dublado, pois a equipe é maravilhosa!
 .
Bye
 .

og

[SC] La La Land #EuNoOscar

Nota do Editor: La la lande ganhou 6 Oscars 2017 (Melhor Diretor, Melhor Atriz, Melhor Trilha Sonora Original, Melhor Canção Original, Melhor Fotografia e Melhor Direção de Arte)

———————————————————————————–

Na minha opinião, La la Land será o grande vencedor da concorrida noite do cinema americano, a entrega dos Oscars, no próximo dia 26 de fevereiro, domingo de Carnaval. O filme é simplesmente espetacular. Um musical despretensioso com um roteiro muito interessante e com um final surpreendente. O filme também é uma homenagem aos grandes musicais hollywoodianos. É fácil enxergar ali Cantando na Chuva,  dentre outros.

A história de amor é envolvente e mostra Sebastian e Mia correndo atrás de suas carreiras. Ele, como pianista e ela como atriz, até que simplesmente se esbarram e se apaixonam. Os mocinhos não são perfeitos, têm defeitos, ambições, fraquezas e medos. São gente como a gente!!!!!

Ryan Gosling e Emma Stone, que concorrem aos prêmios de Melhor Ator e Melhor Atriz ,estão arrebentando em La la Land. Não é à toa que os dois estão arrebatando vários prêmios por aí. Eles estão simplesmente sensacionais. Emma está sensível, delicada e totalmente inserida na atmosfera nostálgica e sublime de La La Land, que é favoritaço a ganhar o Oscar de Melhor Filme e de Melhor Direção para Damian Chazelle. Seu desempenho é simplesmente espetacular e sua simbiose com Ryan Gosling é perfeita.

Ryan também arrebentou, mas tem em seus calcanhares Denzel Washington por Fences e Casey Afleck por Manchester à beira-mar. A meu ver, Denzel incomoda mais. Ryan está perfeito, com um  estilo próprio, mal-humorado compondo um músico que ama jazz e que quer levar seu sonho de um “Jazz Club” adiante. Ele aprendeu a tocar piano e passa veracidade ao tocar o instrumento, dança, canta, enfim incorpora de maneira doce e cativante um Fred Astaire.

Emma empresta seus olhos azuis grandões para uma mocinha batalhadora e sonhadora, que acaba tendo a ajuda do amado para realizar tudo que sempre sonhou a vida toda. Mia é o protótipo da heroína moderna.

La La Land é um filme de metalinguagem que resgata clássicos como Casablanca e Juventude Transviada e extravasa toda a paixão dos musicais. A cena inicial dos motoristas cantando no engarrafamento é simplesmente antológica e  é ali que os protagonistas se encontram, de maneira fugaz e inesperada. Sebastian ainda reluta e foge, mas depois acaba se entregando ao amor de Mia.

Eu vou torcer por Ryan Gosling e Emma Stone. Chorei muito na sessão. O filme me tocou profundamente. Talvez por amar musicais e esse é daqueles típicos, mesmo…Talvez pela perda da minha querida mãezinha no último dia 20 de janeiro…

Enfim, as atuações de Emma e Ryan são luminosas! Iluminem-se logo e corram para assistir La La Land. Para ontem!

Como todo bom filme, La la Land desperta amor e ódio! Eu simplesmente amei e fiquei refletindo muitos dias sobre o seu impacto e por toda a reflexão que ele causa. A música City of Stars também deve ganhar como Melhor Canção Original e se encaixa perfeitamente no enredo.

Aguardemos o dia 26 para ver a consagração de La la Land que bateu o recorde de indicações assim como Titanic e A malvada, com 14.

 

 

 

 

Esse post é in memoriam à Maria de Lurdes Faria de Barros, que ia pouco ao cinema, mas quando ia amava filmes nacionais! Seu filme predileto era Ghost! Descanse em paz, mamãe!

disney-moana-maui

[SC] Moana #EuNoOscar

Geeks e Cinéfilos,

Hoje vocês foram escolhidos pelo oceano para adentrarem nessa magnifica animação, que conta muito mais que uma história de uma adolescente que vence as barreiras…

Não podemos deixar de destacar que ela está concorrendo ao Oscar 2017 nas categorias de Melhor animação e Melhor canção original com “How Far I’ll Go”.

Sinopse

Moana Waialiki é uma corajosa jovem filha do chefe de uma tribo na Oceania. Querendo descobrir mais sobre seu passado e ajudar a família, ela resolve partir em busca de seus ancestrais, habitantes de uma ilha mítica que ninguém sabe onde é. Acompanhada pelo lendário semideus Maui, Moana começa sua jornada em mar aberto, onde enfrenta terríveis criaturas marinhas e descobre histórias do submundo.

Análise

Não poderia deixar de iniciar a nossa conversa falando desse sucesso vertiginoso da Moana, que em sua estreia, alcançou os 80 milhões de doláres só nos EUA.

Poderíamos apontar vários fatores que fazem desse filme um sucesso e entre eles está o cenário lindo, personagens fortes e profundos, trilha tocante, roteiro fluído e uma excelente mensagem que tocará tanto as crianças quanto aos adultos!!!

A direção é assinada pelos já conhecidos John Musker e Ron Clements. Para quem não está recordando os nomes, eles também foram responsáveis por alguns sucessos como: A Pequena Sereia, Aladdin, Hércules e A Princesa e o Sapo. Eles relataram em algumas entrevistas, que a animação sofreu várias intervenções no roteiro depois que eles conheceram as ilhas e um pouco mais sobre suas culturas. Então, além do toque mágico da Disney, temos um roteiro construído a partir de uma cultura pouco explorada pelo ocidente.

Essas viagens impactaram diretamente nos cenários, que são lindos. E com uma animação gráfica encantadora, temos planos de fundo e personagens que nos deixam extasiados.

Só posso falar da trilha se falar da história….Ela impacta diretamente e mostra que a Disney ainda sabe acertar a mão para um bom musical. Do início ao fim, passando pelo ponto auge da nossa personagem principal, está rodeada por elas.

Não revelarei os pontos principais de nossos personagens coadjuvantes e da nossa personagem principal, para vocês terem o gostinho da surpresa, mas posso dizer que ela vem findar  uma nova políticas de princesas da Disney, que vem se construindo nos últimos anos.

De modo geral, trazer uma outra cultura é muito renovador. Mesmo tendo somente pinceladas é muito legal ver a cultura maori, por exemplo, presente no filme. A representação de valores é muito importante para entendermos que há um processo global e que temos que aprender em conjunto.

Mas antes de ir para a nota gostaria de falar um pouco das 3 mensagens principais, para que vocês já trabalhem em suas mentes antes de assistir o filme:

1 – Escolhas: ser aquilo que querem que eu seja ou ser aquilo que eu quero ser?

2 – Fogo do coração / Inquietação: é a velha discussão…sigo a razão ou a emoção do meu coração? O que irá te fazer feliz?

3 – Romper barreiras: Cada dia mais vivemos dentro de um ciclo e tudo nos leva a ficar no seguro e a não ousar.

Pronto para a nota? Então…

07 / 07  Corações de Te Fit

Ou seja, vale apena assistir e re-assistir, para embrenhar-se cada vez mais no sentido que essa animação tem.

A se ela tem chance de Oscar… Pelo jeito ela talvez saia com as duas estatuetas da noite de gala.

Até mais.

#EuNoOscar

“O Oceano é livre, só faz aquilo que lhe convém.”