images (1)

Diário de Bordo: Gravidez e Cirurgia Bariátrica.. tudo junto e misturado

Tá certo isso produção? Pode um ser humano engravidar com seis meses de bariátrica??? Isso aconteceu comigo e espero ajudar a muitas amigas que tem muitas dúvidas sobre esse assunto.
Vamos recapitular as coisas por aqui: fiz minha bariátrica dia 11 de janeiro deste ano e de la pra cá so alegrias, recuperação e muito orgulho das novas curvas e porque não dizer das pelancas também. Perdi 35kg e segui minha readaptação de vida com 100% de bem estar, comendo de tudo com moderação, ponderando os novos hábitos no dia a dia associada ao condicionamento físico.

Sinceramente não tinha esperanças de engravidar. Convivi com a Síndrome do Ovário Policístico a vida toda, e sei que até mulheres magras com a síndrome demoram ou nunca conseguirão engravidar. Por isso estava sossegada quanto a este desejo.
No mês de maio deste ano, procurei a pedido do cirurgião gástrico, o meu ginecologista para pedir a injeção anticoncepcional, afinal precisaria ainda fechar os dois anos pós cirurgia para meu organismo se adaptar em muitas questões principalmente nesse novo ritmo de metabolismo para manter meu peso. Ele, um médico sábio e abençoado, olhou bem no fundo dos meus olhos e tocou a minha alma de uma maneira indescritível. Disse que se fosse da minha vontade, tudo bem, mas ele acreditava que eu não deveria tomar remédio algum. Que eu deveria fazer os exames completos do abdomem, ver se tudo estaria bem e deixar a natureza agir, afinal eu dizia estar preparada para ser mãe (e realmente eu estava.. senti muita certeza disso no final dessa consulta porque ele me provou por A+B que eu poderia e teria condições de, naturalmente, conseguir a maternidade).

imagesLógico que enfatizo que minhas condições clínicas estavam 100%  favoráveis, e isso não se estende a qualquer mulher que simplesmente operou e pronto,   cada caso é um caso.
Sai determinada a esperar as bençãos acontecerem. Minha menstruação veio normalmente em maio, em junho e lágrimas brotaram. Eu queria muito, muito que algo mudasse e nada.. Pedi o ácido fólico e estava a dois meses tomando diariamente. Chorei muito e resolvi conversar com o divino que tenho como crença ” cansei de dar socos em ponta de facas, entrego minha vida por completo à Deus e que seja feita a sua vontade!”

Desse dia em diante nao pensei mais em gravidez e toquei a vida.

Em julho a menstruação não veio e acreditei piamente que a sindrome do ovário tinha voltado. Nem me preocupei com a dor de cabeça e as pequenas cólicas constantes que me “azucrinaram” durante o mês de julho todo já entrando em agosto.
Fui pra bienal do livro de SP, carreguei peso, tomei cerveja, usei medicação simples pro dia a dia, pra coisas banais como gripe e sinosite, até que no dia 06 de agosto, já com a pulga atrás da orelha, resolvi comprar um teste e na manhã seguinte fiz em casa antes de ir ao trabalho.

Batata!! Em poucos segundo as duas linhas apareceram e eu não acreditei!!! Grávida!! Tomei tudo como um grande engano e nem comentei com meu esposo. Fui direto pro trabalho e algo falava ao meu coração para ir ao laboratório e pagar pelo exame de sangue Beta HCG…
Liguei pro meu marido e pedi que encontrasse no laboratório. Contei tudo porque não seria justo não dividir essa etapa da dúvida com ele. Fiz o exame e esperamos o resultado para quatro horas depois.

GRÁVIDA…GRAVIDÍSSIMA!!!!

Enviei por whatssap o resultado e nesse momento nossas vidas mudaram.. Eu me lembro que em muitos dos devaneios que tive,  das novelas que criei em cabeça caso descobrisse a gravidez, que eu desejaria engravidar antes do dia dos pais para dar à ele esse presente. Dito e feito! Descobri a gravidez dia 07.08.2018 e pudemos comemorar juntos nosso primeiro dia dos pais em 12.08.2018.
Logo, logo eu volto para dizer como andam as coisas, nosso  ultrassom mais detalhado e minha rotina de vida, pós bariátrica e agora grávida!!

Beijokas!!