bright-netflix

Filme Bright (2017)

Olá Cinéfilos,

Um dos filmes divisor de águas da internet neste final de ano foi o lançamento original da Netflix: Bright (22/12/2017).

Por 90 milhões de doláres temos a dobradinha novamente do ator Will Smith (MIB) e o Diretor David Ayer do “amado” Esquadrão Suicida.

Sinopse

Em um mundo futurista, seres humanos convivem em harmônia com seres fantásticos, como fadas e ogros. Mesmo nesse cenário infrações da lei acontecem e um policial humano (Will Smith) especializado em crimes mágicos é obrigado a trabalhar junto com um orc (Joel Edgerton) para evitar que uma poderosa arma caia nas mãos erradas.

Análise

Começo dizendo que foi um filme ousado, o qual vem adaptar um mundo de mitologia nórdica para um ambiente urbano, caótico,  próximo a nós, mas que mescla também com o mundo fantasioso de orcs, elfos e fadas.

Ao mesmo tempo que observamos a problematização das castas sociais, há também a magia sendo discutida como uma coisa normal dentro do mesmo universo. O que torna a fantasia algo concreto para nós que estamos assistindo.

O cenário é muito bonito, e cuidadosamente feito para nos deixar mais próximo dos personagens.

As cenas de ação são boas, mas tem horas nas cenas de luta que a câmera nos deixa meio perdidos.

A interpretação dos personagens deixa um pouco a desejar, mas entendo que muitas coisas estão sendo mostradas pela primeira vez e é normal que nesse primeiro momento tenhamos ainda a busca pela identidade de cada raça.

Vale a pena vivenciar essa história focada em um personagem num universo pouco explorado. Tenham paciência, pois apesar de começar mal, depois melhora, tem cenas de açãoe o drama fica mais elaborado.

Para aqueles que gostaram do filme, temos boas notícias. Já foi iniciada a produção do Brigth 2, e temos a confirmação de Will Smith e Joel Edgerton para a dupla principal e o Diretor David Ayer também assumirá o roteiro. Ainda não há data estipulada para o lançamento.

4,5/7 Spheras Mágicas