Photo by Aaron Burden on Unsplash

Já ouviu aquela história? Audiolivros

Fala Galera!

Estamos de volta, depois de um breve intervalo, para falar de audiolivros.
Audiolivros estão por aí desde sempre. Parte forte da cultura literária americana, onde caixas com múltiplas fitas cassete eram lançadas, aqui no Brasil sempre teve uma presença mais tímida. Frequentemente estava ligada a literatura infantil, como a coleção Disquinho.  Mais recentemente, uma série de títulos foram lançados em CD sem repercussão.
Hoje existem dois representantes mais fortes dessa vertente por aqui, sempre lutando para se tornar mais presente no dia a dia corrido do leitor brasileiro. Entre 2014 e 2015 surgiram a Toca Livros e a UBook.
A Toca Livros apresenta a possibilidade de comprar as obras individualmente e oferece uma boa quantidade de livros gratuitos. Acredito que, para mim, os grandes destaques no seu acervo estejam ligados ao autor Enéias Tavares. O maior destaque é “A Lição de Anatomia do Temido Dr. Louison”, acompanhado pelo conto gratuito dentro do mesmo Universo “Bento Alves  & O Assalto ao Templo Positivista” (ambos com narração de Paulo Carvalho do Caixa de Histórias). Junto a eles temos a tradução e narração da obra O Matrimônio de Céu e Inferno de William Blake por Enéias Tavares.
 Já o UBook aposta no formato de assinaturas e tem apresentado um catálogo diversificado e crescente.  Alguém mencionou quarenta novos títulos mensais, em média, durante a Bienal. Possui ainda muitos títulos em outros idiomas, estando presente em oito países. Como destaques eu apontaria a parceria com o grupo do Maurício de Souza, oferecendo quase uma centena de histórias curtas com os personagens da turma da Mônica, e material preparatório para o ENEM/Vestibular que possibilita o estudo nessa fase da vida quase que a todo momento (UBook Vest).
O UBook oferece ainda outros serviços, podendo ser assinado em diferentes combos. Ebooks (Combo Digital) e curadoria em livros físicos (UBook Box).
Nesse momento, não parece estar disponível a assinatura apenas dos ebooks.
Rumores
Em 2017 surgiram rumores de que estaria em andamento a implementação do Audible Brasil.  Isso ocorreu em um episódio do Gente que Escreve, do Rob Gordon e Fábio M. Barreto.
Em 2018 esses rumores foram retomados em um episódio do Curta Ficção, da Jana Bianchi e Thiago Lee. Para quem não reconheceu o nome, ou importância, desse rumor eu explico. Audible é a plataforma de audiolivros da Amazon. Acredito que a entrada da Amazon Brasil no mercado de ebooks foi decisiva para a consolidação e definição do formato no Brasil. Possivelmente esse mesmo efeito ocorra no mercado de audiobooks.
O Audible segue um formato de negócio que possibilita a assinatura por mês ou ano na forma de créditos. Os livros tem um preço definido e o cliente opta por comprar usando o crédito ou dinheiro. Existem promoções diárias (um título por dia) e grandes promoções, frequentemente temáticas. Além disso existem conteúdos gratuitos para todos, e em alguns casos apenas para assinantes.  O catálogo em Português é bem limitado, mas ainda assim apresenta um destaque. O título O Espadachim de Carvão do Affonso Solano está disponível por um preço considerado médio no catálogo (15 dólares aproximadamente).
É importante lembrar que o Audible oferece um crédito gratuito a novos assinantes e esse título pode ser uma boa oportunidade de experimentar o formato.

Alguns título apresentam novas possibilidades do sistema, como o Arquivo X (Audible original) com os atores originais, ou Legião que está para ser publicado no formato incluindo seus três volumes em um único crédito.  Mas de todas as possibilidades criadas pelos audiobooks, a minha favorita é ouvir o criador soprar vida em sua obra.

Este processo pode ser visto com as biografias da Lindsey Stirling, Kevin Smith, Amy Poehler, Carrie Fisher, Carole King, Crash Overide entre outros.

GiuliaPaim

Aqui no Brasil o UBook tem oferecido essa possibilidade em obras de ficção como em Uma Ideia toda Azul e Outras Histórias de Marina Colasanti e o recente lançamento Boston Boys pela autora Giulia Paim.  Comecei a audição deste, que foi lançado uma ou duas semanas atrás, e estou gostando muito. Um livro divertido e um bom trabalho da autora na nova função de narradora.  Torço para que Boston Boys 2 não demore, o primeiro livro não vai durar muito.

Títulos desejados

Nessa onda de autores lendo seus livros, eu gostaria muito de ver dois livros: “Rebeldes tem asas” do Roni Meisler da Reserva e “O LIvro de Jô” do Jô Soares. Será que tem chance disso acontecer um dia?

Mais que isso, eu adoraria ver projetos específicos para o formato desenvolvidos.  Livros que fossem pensados para o áudio e talvez nem conseguissem ser lançados em forma física. Uma ideia seria uma parceria entre as irmãs Clarice Freire (poeta responsável pelo Pó de Lua) e Sofia Freire (musicista recifense). Outro bom nome seria o Paulo Freire (violeiro e jornalista, até onde sei não tem relação com as irmãs) com seus causos do sertão do Urucuia e aquele ponteado de sempre.  O Amor Existe é um projeto que contempla livros e músicas, capitaneado por Leandro Neko.  Quem melhor do que um projeto que já lida com livros e músicas para  se beneficiar do formato.
E vocês, tem algum título que gostariam de ver ganhar voz?
Abraços e até a próxima…
Rodrigo Fernandes