[SE] Prince – Revolução em Púrpura

 “Dearly beloved,
We are gathered here today
To get through this thing called life”

 

Há pouco menos de um ano escrevi sobre a perda de um ídolo e uma inspiração. Prince se foi no dia seguinte ao meu aniversário e, em meio a uma viagem comemorando, escrevi meio chorando um post na beira da piscina.  Você pode ver o resultado disso ali no Leitor Cabuloso.  Hoje venho de casa nova falar sobre a volta de sua obra em grande estilo, um retorno esperado por muitos e carregado de ansiedade e esperança.

Em 30 de Janeiro deste ano, notícias surgiram a respeito do material promocional roxo do Spotify.  Esse fato logo gerou boatos a respeito de uma volta do material do Prince, marcado pela cor devido ao seu maior hit “Purple Rain” e parte do figurino usado pelo artista.  Esse fato é marcante pelo material ter sido retirado de todos os canais de streaming, com exceção do Tidal e alguns bootlegs que eram rapidamente retirados do ar. pelo próprio músico.  Em pouco tempo chegou a confirmação de que o catálogo do artista relacionado à Warner estaria de volta aos principais catálogos de streaming. Vale ressaltar que o material estava, em grande parte, disponível no iTunes e Google Play ainda que apenas para compra.  Ainda assim o material está entrando na Apple Music, Google Play Music, Spotify e Deezer.

O Spotify foi muito feliz em concentrar todo o material em uma única página.  Essa atitude facilitou muito o acesso ao material na página:

O Deezer separou o material em três blocos.  O material do Prince solo, Prince & The Revolution e Prince & The New Power Generation.

Além dos principais discos do início da carreira, algum material recente também foi incluído.  Alguns singles estão presentes no pacote, o que traz algumas músicas muito boas ainda que desconhecidas.  De certa forma, uma decepção com o lançamento (nada é perfeito afinal) é a ausência do famoso Black Album.  O álbum proibido que deveria ter sido lançado em 1984, depois em 1987, foi lançado em edição limitadíssima em 1994 e enfim recolhido e retirado de circulação em 1995. Já esteve disponível no Tidal em 2016 e era uma expectativa dos fãs com certeza!!! Ainda que eu tenha o CD de 1994, certamente gostaria que estivesse nesse relançamento.

Na sequência da notícia, e toda a empolgação que com ela veio, a Universal não querendo ficar para trás anunciou um acordo com os herdeiros relacionados ao material restante.  Isso inclui 25 discos independentes lançados a partir de 1995 até seu retorno à Warner em Art Official Age.  O material do famoso cofre também estaria incluso nesse acordo e contempla gravações ao vivo, ensaios, jams, músicas soltas e álbuns completos, prontos para lançamento, guardados em seu interior.

No fim de 2016 voltou a circular a possibilidade do lançamento de uma edição especial dupla e possivelmente com vídeos do “Purple Rain”.  Torço muito pelo lançamento desse material!  O álbum não só foi o primeiro que ouvi do músico…É também o meu favorito de toda sua extensa carreira!!!

 

Com tudo isso, realmente parece que 2017 é o ano da volta de Prince e sua música… Uma pena que ele não esteja por perto para ver a loucura que será.  Se não conhece ainda corra e ouça, se conhece sei que já está ouvindo.

Abraços e não saia do tom,

Rodrigo Fernandes.

 

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>