[SL] K. Relato de uma busca | B. Kucinski

Um retrato da ditadura
Oh, pedaço de mim
Oh, metade arrancada de mim
Leva o vulto teu
Que a saudade é o revés de um parto
A saudade é arrumar o quarto
Do filho que já morreu

“Pedaço de mim” – Chico Buarque

K. – Relato de uma busca, foi escrito por Bernardo Kucinski e trata-se de uma história que ao mesmo tempo em que é verídica também é uma ficção. O livro retrata a busca incansável de um homem pela sua filha que simplesmente desapareceu da faculdade onde lecionava. A filha era professora de Química e desapareceu durante a Ditadura Militar. O livro é real e também ficcional. Digo isso pela história da irmã do autor que também desapareceu durante a Ditadura Militar.

Esta história se assemelha à de Zuzu Angel, e mostra uma perversidade única na realidade dos “desaparecimentos”. O livro, verdadeiramente, te faz pensar em muitas coisas. Ele é a prova viva de tudo que a gente ouve na escola, de tudo que a gente lê, de tudo que a gente estuda.

K. mostra que, de fato, tudo aquilo foi real. A Ditadura aconteceu, as pessoas morreram, as pessoas desapareceram e, muitas delas, até hoje não se sabe o que aconteceu ao certo.
Por outro lado, esta é também uma história do sofrimento judeu, e tudo o que acontece não passa de uma repetição de outros tantos massacres históricos.

Uma marca boa do estilo de Kucinski é a alta variabilidade de gêneros no livro: há cartas, depoimentos… relatórios de informantes. Acho que isso, somado ao fato de que os capítulos são curtos e a história, boa, colabora para o fato de que a leitura flui rápida.

bernardo-kucinski-foto-de-carolina-ribeiro.jpgBernardo Kucinski: (São Paulo, 1937) é um jornalista, escritor e cientista político brasileiro. É colaborador do Partido dos Trabalhadores e professor da Universidade de São Paulo, onde ministra a cátedra de jornalismo internacional, entre outras.