Cinema Lançamentos-da-Netflix

[SC] Novidades Netflix Setembro 2017: Lista de estreias e previsões

Enfim chegamos no 9º mês do ano, e além de desejar boas vindas à Setembro, também desejamos que muitas estreias boas cheguem na Netlix. Confira aqui as Novidades Netflix Setembro 2017 e fique por dentro de todas as estreias do mês.

  1. A Cartada Final
  2. A House of Blocks

    Agents of a S.H.I.E.L.D. da Marvel 4ª temporada

    Alias JJ, la celebridad del mal

    All About Love
  3. Amor sem fronteiras
  4. Amor.com
  5. Aquarius Temporada 2
  6. Atividade Paranormal 4
  7. Bizaardvark
  8. Capitalismo – Uma História de Amor
  9. Cara Gente Branca 2ª temporada
  10. Chop Shop
  11. Coconut, o pequeno dragão
  12. Ela quer tudo
  13. Entrando numa fria
  14. Entrando numa fria maior ainda
  15. Era uma vez 6ª temporada
  16. Esperando pelo Super-Homem
  17. Feira das Vaidades
  18. FINAL FANTASY XIV Pai de Luz (série original)
  19. Gotham 3ª temporada
  20. Grease 2 – Os Tempos da Brilhantina Voltaram
  21. Grey’s Anatomy Temporada 13
  22. Hector e a Procura da Felicidade
  23. Jack e a Mecânica do Coração
  24. Jane the Virgin 2ª temporada
  25. Jimmy Neutron – O Menino Gênio
  26. Knock Knock
  27. LEGO Elves: Segredos de Elvendale (infantil original)
  28. Love Is Now
  29. Monitores do Barulho
  30. Narcos 3ª temporada (série original)
  31. Neve Negra
  32. Nicky e o Feitiço do Dragão
  33. No Estamos Solos
  34. O Franco-Atirador
  35. O Gato
  36. O Massacre da Serra Elétrica 2
  37. O Mistério de Candyman
  38. O Outro Irmão
  39. Oddbods
  40. Offline – Sem Bônus Nessa Vida
  41. Os Opostos se Atraem
  42. Outside Man 2ª temporada
  43. Papéis ao Vento
  44. Penalidade Máxima
  45. Pequeno Demônio (filme original)
  46. Pompeia
  47. Premonição 2
  48. Premonição 3
  49. Premonição
  50. Quantico 2ª temporada
  51. Quanto mais idiota melhor 2
  52. Robocar Poli Temporada 3
  53. Robocar Poli Temporada 4
  54. Surfar por uma Nova Vida (filme original)
  55. The B-Side: Elsa Dorfman’s Portrait Photography
  56. The Catch
  57. The Guardian Brothers
  58. The Wiggles
  59. Tip – O Rato
  60. Tracks
  61. Trapped
  62. Um Golpe à Italiana
  63. Um Novo Começo
  64. Uma Mente Brilhante
  65. Versailles
  66. Voley
  67. West Coast Customs Temporada 5
  68. Who the F**K is that Guy
  69. Yoohoo e Amigos
  70. Zulu

Previsões de Lançamentos Netflix em Setembro

Novidades Netflix Setembro 2017 – Dia 2

  1. A Boy Name Flora A (7 eps.)
  2. Pokémon: A Série XYZ (24 eps.)
  3. Tip – O Rato (26 eps.)
  4. 360: A Vida é um Círculo Perfeito
  5. A Família Addams
  6. A família Addams 2
  7. A Filha do General
  8. A lenda do cavaleiro sem cabeça
  9. A lula e a baleia
  10. Apertem os Cintos, O Piloto Sumiu
  11. Apertem os cintos, o piloto sumiu: 2ª parte
  12. As crônicas de Nárnia: Príncipe Caspian
  13. As Torres gêmeas
  14. Atividade Paranormal 3
  15. Babel
  16. Bola no Asfalto
  17. Bravura Indômita
  18. Caçada Humana
  19. Cloverfield: Monstro
  20. Cowboys & Aliens
  21. Descalços no Parque
  22. Do Fundo do Mar
  23. Dreamgirls – Em busca de um sonho
  24. Eu te amo, cara
  25. G.I. Joe: A Origem De Cobra
  26. Grease 2 – Os Tempos da Brilhantina Voltaram
  27. Guerra dos mundos
  28. Jimmy Neutron – O Menino Gênio
  29. Jornada nas Estrelas – Generations
  30. Laços de ternura
  31. Lara Croft – Tomb Raider
  32. Linha do tempo
  33. Lunch Time Heroes
  34. Margot e o Casamento
  35. Minority Report – A Nova Lei
  36. Missão impossível
  37. Missão impossível 2
  38. Na teia da aranha
  39. O Afogamento
  40. O Âncora: A lenda de Ron Burgundy
  41. O Fantasma
  42. O homem que fazia chover
  43. O Pagamento
  44. O Último Mestre do Ar
  45. Os fantasmas contra atacam
  46. Os Intocáveis
  47. Risco duplo
  48. Rocco
  49. Sexta-Feira 13 – Parte VII: A Matança Continua
  50. Sob o domínio do mal
  51. Team America: Detonando o mundo
  52. The Last Shaman
  53. Trocando as bolas
  54. Trovão Tropical
  55. Tudo acontece em Elizabethtown
  56. Uma Verdade Inconveniente
  57. Vanilla Sky
  58. When Love Happens
  59. Homens com Missão (30 eps., 3 novos)
  60. Princesinha Sofia (86 eps., 12 novos)

Novidades Netflix Setembro 2017 – Dia 3

  1. The Last Witch Hunter
  2. Whitney: Can I Be Me

Novidades Netflix Setembro 2017 – Dia 4

  1. A Escolha Perfeita 2
  2. The Duplex
  3. Ted 2
  4. Twin Peaks: The Return
  5. Oggy and the Cockroaches
  6. Gbomo Gbomo Express
  7. Incorruptible
  8. Invasion 1897
  9. Abnormal Summit
  10. Chef & My Fridge
  11. Chelsea
  12. Gotham

Novidades Netflix Setembro 2017 – Dia 5

  1. Até o Fundo
  2. Breaking Through
  3. Marc Maron: Too Real (stand-up original)
  4. NatureVision TV 3ª temporada
  5. O Grito: O Começo do Fim
  6. Out of Luck
  7. Homens com Missão

Novidades Netflix Setembro 2017 – Dia 6

  1. Busca Sem Limites
  2. Kicking and Screaming
  3. O Atirador

Novidades Netflix Setembro 2017 – Dia 7

Chesapeake Shores

Novidades Netflix Setembro 2017 – Dia 8

  1. #realityhigh (filme original)
  2. Academia Greenhouse (infantil original)
  3. Apaches (série original)
  4. BoJack Horseman 4ª temporada (série original)
  5. Fabrizio Copano: Solo Pienso En Mi (stand-up original)
  6. Fire Chasers (série original)
  7. Nocturama
  8. Querida, Estiquei o Bebê
  9. Spirit – Cavalgando Livre 2ª temporada (série original)
  10. The Confession Tapes (série documental original)
  11. The Expanse 2ª temporada (série original)
  12. Versões de um Crime

Novidades Netflix Setembro 2017 – Dia 10

Amnésia

O Protetor

Novidades Netflix Setembro 2017 – Dia 12

  1. Barbie: Feliz Aniversário!
  2. Jeff Dunham: Relative Disaster (stand-up original)
  3. LEGO Ninjago: Mestres do Spinjitzu – Feliz Aniversário!
  4. Miraculous: Ladybug & Cat Noir: Happy Birthday to You!

Novidades Netflix Setembro 2017 – Dia 13

A Ilha da Imaginação

Novidades Netflix Setembro 2017 – Dia 15

  1. American Vandal (série original)
  2. Esperando Acordada
  3. Primeiro, Mataram o Meu Pai (filme original)
  4. Project MC² 5ª temporada (série original)
  5. Strong Island – A Morte do Meu Irmão (documentário original)
  6. Time: The Kalief Browder Story (série original)
  7. VegeContos: Na Cidade 2ª temporada (infantil original)

Novidades Netflix Setembro 2017 – Dia 16

  1. How to Get Away with Murder 3ª temporada
  2. My Little Pony: Feliz Aniversário!

Novidades Netflix Setembro 2017 – Dia 19

Jerry Before Seinfeld (stand-up original)

Novidades Netflix Setembro 2017 – Dia 20

O Tempo entre Costuras

Novidades Netflix Setembro 2017 – Dia 21

The Good Place (série original)

Novidades Netflix Setembro 2017 – Dia 22

  1. Amizade Desfeita
  2. Fuller House 3ª temporada, parte 1 (série original)
  3. Jack Whitehall: Travels with My Father (série original)

Novidades Netflix Setembro 2017 – Dia 25

  1. DC’s Legends of Tomorrow 2ª temporada
  2. Star Trek Discovery (série original)
  3. Supergirl 2ª temporada

Novidades Netflix Setembro 2017 – Dia 26

Terrace House: Aloha State 4ª temporada

Novidades Netflix Setembro 2017 – Dia 29

  1. Big Mouth (animação original)
  2. Club de Cuervos 3ª temporada (série original)
  3. Gerald’s Game (filme original)
  4. Nossas Noites (filme original)
  5. Real Rob 2ª temporada (série original)

Fonte: Site Optclean

Cinema

[SC] Lançamentos de Cinema – 14/09/2017

Olá amigos do Sphera, teremos bons filmes nos lançamentos da semana! Separe a boa e velha pipoca porque serão grandes emoções.

Feito na América (American Made, Doug Liman, EUA)

Amityville: O Despertar (Amityville: The Awakening, Franck Khalfoun, EUA)

O Que Será de Nozes 2 (The Nut Job 2: Nutty by nature, Carl Brunker, Canadá, EUA, Coreia do Sul)

Deserto (Guilherme Weber, Brasil)

Em Defesa de Cristo (The case for Christ, Jon Gunn, EUA)

Glory (Slava, Kristina Grozeva, Petar Valchanov, Hungria)

A Gente (Aly Muritiba, Brasil)

Les grands esprits (Olivier Ayache-Vidal, França)

O Sequestro (Kidnap, Luis Prieto, EUA)

Columbus (Kogonada, EUA)

bingo-psycho

[SC] “Bingo – O Rei das Manhãs” não é filme para crianças…

Quando Daniel Rezende decidiu que faria da história de Arlindo Barreto – um dos primeiros e mais escandalosos atores a incorporarem o palhaço Bozo na televisão brasileira – seu primeiro longa como diretor, ele sabia que teria uma missão quase pioneira: mostrar a cultura pop nacional como ela realmente é, ou como foi nos loucos e incontroláveis anos 80.

Rezende tem intimidade com o tema: ele é um dos responsáveis pela fase mais pop do cinema nacional, tendo trabalhado como montador em “Cidade de Deus”, nos dois “Tropa de Elite” e também em “Ensaio Sobre a Cegueira” e “RoboCop”, ambos produzidos nos Estados Unidos, mas dirigidos por brasileiros.

Em “Bingo – O Rei das Manhãs”, o montador deixou de lado a mesa de edição e decidiu confiar a tesoura às mãos de Márcio Hashimoto (“Faroeste Caboclo” e “O Rastro”), na certeza de que o cinema não é trabalho de um homem só. “Como montador, sempre gostei do que eu pude proporcionar para os filmes, de poder trazer um olhar fresco, poder contestar o diretor e poder trazer uma outra visão. Então eu não queria perder isso, e foi muito prazeroso para mim poder olhar o material sendo transformado por outra pessoa”, explica, orgulhoso do resultado final.

Rezende, então, concentrou suas energias em contar essa história, tão nossa e tão escondida debaixo do tapete, como se o povo e os cineastas tivessem vergonha de coisas como Bozo, Xuxa e Conga Conga Conga. “Acho que o nosso cinema olha pouco para a nossa cultura pop. A gente olha para os nossos problemas sociais, a gente olha para as nossas culturas regionais… Mas a nossa cultura pop a gente não explora tanto”, pondera, lado a lado com um pôster estampado com Emanuelle Araújo no vestido curtíssimo e cor-de-rosa de Gretchen, descendo até o chão.

A cantora, aliás, é a única figura histórica que teve seu nome mantido no filme. Arlindo virou Augusto, Márcia (a mãe) virou Marta, Xuxa virou Lulu (ou algo assim) e até as redes de televisão tiveram seus nomes ligeiramente alterados. Ainda bem, porque as alfinetadas são distribuídas sem moderação e os processos, logo começariam a se empilhar.

O filme acompanha a trajetória do ator, de estrela pornô a apresentador do programa infantil, quando a marca internacional “Bingo” estava sendo trazida para o Brasil. Apesar do sucesso na TV, o artista foi proibido por contrato de revelar sua identidade em público e esse anonimato quase o levou à loucura.

Vladimir Brichta é quem veste o nariz vermelho e a peruca azul. Segunda opção para Rezende, depois da desistência de Wagner Moura por conflito de agendas, Brichta se mostra, depois de poucos minutos, a única opção possível. Sua pinta de galã ajuda a dar credibilidade ao lado mulherengo e “vida louca” do personagem, enquanto sua experiência com humor faz doer o estômago de tanto rir. Mas é no drama que o artista mostra a sua cara e, entre uma piada suja no palco infantil e uma ordem de restrição sobre o filho longe dali, o público devora as unhas e sente cada pontada no coração do palhaço-homem.

Para o ator, o objetivo era esse: mostrar as contradições de um palhaço, figura de extremos que personifica nossas emoções. “Não é só sobre um ‘palhaço triste’…”, reflete, tentando encontrar a imagem perfeita… “É um pouco por quê que o Robin Williams se matou.” – e encontra. “Essa pergunta afeta todo mundo, é um cara que faz a alegria das pessoas, mas tem um lado tão sofrido, tão desajustado… Acho que o palhaço, aquela boca, aqueles olhos, são lente de aumento sobre isso. É um aumento daquela alegria, mas parece que, na mesma proporção, também é um aumento da tristeza, da inquietação, da amargura, da incompreensão… E isso é humano, é de todos nós.”

Quem ajudou a encontrar esse palhaço, no ator e nas telas, foi a dupla Domingos Montagner e Fernando Sampaio, artistas circenses desde os anos 90 e referências no humor de picadeiro. Este será o último trabalho de Montagner a ser mostrado ao público nos cinemas, após sua morte acidental há quase exatamente um ano, durante as gravações de uma telenovela. O ator tem uma curta participação no filme como um palhaço mais experiente, que se torna mentor do protagonista.

Ambos participaram do desenvolvimento do roteiro como consultores e também estiveram presentes na preparação do personagem, ajudando Brichta, segundo ele, a “se aceitar” como palhaço – ele que sempre teve o instinto para a comédia, mas não se considerava digno do título. E agora?, lhe perguntam, ao que hesita só um pouco e responde, aliviado: “Agora, posso dizer que sou um palhaço”.

Pois o palhaço Bingo e sua história quase real chegam aos cinemas no 24 de agosto. E, não custa avisar, não é um filme para crianças. 

Fonte: Guia da Semana

Cinema

[SC] Lançamentos de Cinema – 31/08/2017

Bora lá dar boas risadas com os lançamentos dessa semana?

 

Emoji – O Filme (The Emoji Movie: Express Yourself, Anthony Leondis, EUA)

David Lynch: A Vida de Um Artista (David Lynch: The Art Life, Jon Nguyen, Rick Barnes, EUA, Dinamarca)

Os Guardiões (Zashchitniki, Sarik Andreasyan, Rússia)

Dupla Explosiva (The Hitman’s Bodyguard, Patrick Hughes, EUA)

Atômica (Atomic Blonde, David Leitch, EUA)

Como Nossos Pais (Laís Bodanzky, Brasil)

O Acampamento (Killing ground, Damien Power, Austrália)

150 miligramas (La fille de brest, Emmanuelle Bercot, França)

narcos3_625

[SC] Sem Pablo Escobar: O que esperar da 3º temporada de Narcos?

A 3º temporada de Narcos, da Netflix, promete ser muito mais imprevisível.

Segundo Pedro Pascal, em entrevista ao Cinema Blend, a temporada 3 de Narcos será diferente das anteriores. Isso porque há menos informações a respeito do Cartel de Cali, tema da terceira temporada de Narcos. Isso fará com que a série seja mais surpreendente.

“As pessoas realmente assistiam a série como se não pudessem encontrar a história no Google. Você basicamente pode procurar tudo o que aconteceu. Com o Cartel de Cali é um pouco diferente, porque você tem que se esforçar mais. Procurar coisas sobre Pablo Escobar é trabalhar com um foco específico, você está olhando para o rei. Com Cali é diferente, nem todo mundo sabe quem eram eles ou quantos eles eram. Porque mesmo baseado em fatos, você não consegue prever o que acontecerá. É uma experiência imprevisível assistir à terceira temporada que não tivemos na primeira e na segunda.”

A série que retornará no dia 1° de setembro terá a ausência do protagonista Pablo Escobar, por motivos óbvios, das duas primeiras temporadas.

A trama não terá um protagonista de destaque, o que deve gerar o aumento da dimensão humana da trama, explorando dilemas morais de um delator. O agente Murphy também não estará na terceira temprada e será narrada pelo agente Javier Peña, que é vivido pelo próprio Pedro Pascal.

Os chefões do Cartel de Cali preenchem o espaço deixado por Wagner Moura na série. O Cartel colombiano tomou conta do narcotráfico no país, após a morte do maior traficante da história.

Parece que Wagner Moura estava certo, e a Netflix lança teaser confirmando 3ª e 4ª temporada de Narcos. Pois é, parece que Narcos não se acaba com a morte de Pablo Escobar, afinal, o tráfico de drogas tem muita história pra contar. O teaser lançado nesta terça-feira (06) mostra Pablo Escobar (Wagner Moura), e depois um dos chefões do Cartel de Cali.

Os grandes inimigos de Pablo Escobar foram os irmãos Orijuela, e o sócio Pacho Herrera, que juntos comandaram o Cartel e foram responsáveis pela queda fatal dos grandes traficantes de cocaína da Colômbia.

Neste teaser, um trocadilho anuncia a continuidade da história: “A carreira tem que continuar”. No final do vídeo, aparece Gilberto Rodriguez Orijuela (Damián Alcazar). A produção da série continua sob a responsabilidade de José Padilha e Eric Newman.

Ainda não se sabe se os policiais da DEA Javier Peña e Steve Murphy vão voltar à trama. A Netflix também afirmou que, além da terceira temporada em 2017, haverá uma quarta temporada, que continuará mostrando a expansão da cocaína pelo mundo e o enriquecimento desenfreado dos Narcos, além da morte de milhares de pessoas.

Fonte: Optclean 

jo-soares_o-xango-de-baker-street

[SL] Dobradinha Literária: O Xangô de Baker Street | Jô Soares

Rio de Janeiro, 1886. A diva francesa Sarah Bernhardt pela primeira vez se apresenta no Brasil. O público se curva perante o talento de Sarah, incluindo o imperador Dom Pedro II, que lhe conta um segredo: um valioso violino Stradivarius, um presente seu à baronesa Maria Luíza, desaparecera misteriosamente.

Sarah então sugere que o imperador convide o famoso detetive Sherlock Holmes para investigar o caso. Dom Pedro II aceita o conselho e logo o detetive inglês concorda em viajar até o Brasil para desvendar este mistério.

Ao mesmo tempo, um assassinato choca a cidade e deixa em pânico o delegado Mello Pimenta. Uma prostituta fora assassinada e teve suas orelhas decepadas e uma corda de violino estrategicamente colocada em seu corpo pelo assassino. Enquanto o delegado busca pistas, Holmes e Watson desembarcam no Rio de Janeiro sem saber os perigos que os esperam: feijoadas, caipirinhas, vatapás, pais de santo e o poder de sedução das Mulatas locais.

Nesta história, Sherlock Holmes, dr. Watson e o delegado Mello Pimenta vão percorrer as ruas da capital brasileira atrás de informações para descobrir o mistério do violino e encontrar o autor dos crimes que estão chocando a cidade.

A trama ressuscita um Rio de Janeiro de fins do século XIX governado pela monarquia, envolvendo uma nobreza bajuladora e uma turma de boêmios cariocas.

Nesta história o famoso detetive inglês tem suas faculdades analíticas e seu senso de observação afetados pelo calor dos trópicos e por circunstâncias inesperadas. Em uma perseguição ao misterioso assassino, Sherlock tem de parar por causa de um vatapá o qual lhe gerou uma dor de barriga. Este e outros acontecimentos que se seguem tornam o mesmo mais propenso a erros, mais humano.

Cinema

[SC] Lançamentos de Cinema – 24/08/2017

Corre porque esta semana promete!!!

Doidas e Santas (Paulo Thiago, Brasil)

Bingo – O rei das manhãs (Daniel Rezende, Brasil)  +18 anos

A Torre Negra (The dark tower, Nikolaj Arcel, EUA)

Mimosas (Oliver Laxe, França, Marrocos, Espanha)

Um Filme de Cinema (Walter Carvalho, Brasil)

All Saints (Steve Gomer, EUA)

Bye bye Alemanha (Es war einmal in Deutschland, Sam Garbarski, Alemanha)

Na Mira do Atirador (The Wall, Doug Liman, EUA)

Shivá – Uma Semana e Um Dia (Shavua ve yom, Asaph Polonsky, Israel)

O Castelo de Vidro (The glass castle, Destin Cretton, EUA)

Amor, Paris e Cinema (Paris, Love Cut, Arnaud Viard, França)

download

[SL] Dobradinha Literária: O Ladrão de Casaca | Maurice Leblanc

Snapchat: aritadepaula

Email: aritadepaula@gmail.com

 

Sinopse: Um dos maiores clássicos da literatura policial e de aventura numa luxuosa edição e com tradução impecável. Brilhante, audacioso, sedutor, mestre do disfarce e do jiu-jítsu, Arsène Lupin é a irônica resposta francesa a Sherlock Holmes: um ladrão refinado e anarquista, espécie de Robin Hood da Belle Époque. Nas nove histórias que compõem essas primeiras aventuras, o irresistível anti-herói atormenta seus oponentes, zomba das convenções estabelecidas, ridiculariza a burguesia e ajuda os mais fracos. E ainda enfrenta um grande detetive inglês, não por acaso chamado Herlock Sholmes. Essa edição traz texto integral, excelente tradução de André Telles e Rodrigo Lacerda, vencedores do Prêmio Jabuti, apresentação de Lacerda, posfácio de Maurice Leblanc e cronologia de vida e obra do autor.

 

23477561

[SC] 45º Festival de Cinema de Gramado

Evento será realizado será realizado entre os dias 17 e 26 de agosto

O Festival de Cinema de Gramado celebrará, de 17 a 26 de agosto, sua 45ª edição ininterrupta com uma promissora seleção de longas-metragens nacionais. E repetirá uma iniciativa que causou certa polêmica em maio passado no Festival de Cannes, mas que mostra-se um incontornável processo de convergência entre diferentes plataformas audiovisuais. Em meio aos sete filmes nacionais na disputa pelos Kikitos, todos eles inéditos no país, está o primeiro longa brasileiro produzido pelo serviço de streaming Netflix: O Matador, produção na pegada de faroeste dirigida por Marcelo Galvão. O Rio Grande do Sul será representado por Bio, filme em que Carlos Gerbase faz experimentações com os registros de ficção e documentário.

O anúncio dos concorrentes foi feito na manhã de ontem por dois dos curadores do festival, Rubens Ewald Filho e Marcos Santuário. A programação de Gramado conta ainda com a mostra de longas estrangeiros, com sete produções de países como Chile, Argentina, Uruguai e Colômbia, e competições nacional e gaúcha de curtas. Os homenageados desta edição serão o animador gaúcho Otto Guerra (troféu Eduardo Abelin), o ator baiano Antonio Pitanga (troféu Cidade de Gramado), a atriz e cantora argentina Soledad Villamil (Kikito de Cristal) e a atriz paraense Dira Paes (troféu Oscarito).

Na abertura, será apresentado fora de competição, no dia 18 agosto, no Palácio dos Festivais, João, o Maestro, cinebiografia do pianista brasileiro João Carlos Martins. Estrelado por Alexandre Nero e pelo gaúcho Rodrigo Pandolfo, o longa é dirigido por Mauro Lima (de Tim Maia Meu Nome Não É Johnny).

A seleção de longas brasileiros para o Festival de Gramado (leia mais abaixo) reúne cineastas com destacada trajetória, como Galvão (melhor filme na edição de 2012 com Colegas e premiado em 2014 com A Despedida), Gerbase e Laís Bodanzky, ela concorrendo com Como Nossos Pais. Também marcam  presença diretores que têm um destacado caminho no cinema autoral, a exemplo de Felipe Bragança, com Não Devore Meu Coração!, exibido em competição no Festival de Sundance, e a estreante Caroline Leone, que conquistou o Prêmio da Crítica no Festival de Roterdam 2017 com Pela Janela – o longa foi selecionado também este ano para a mostra Generation do Festival de Berlim.

— Diferentemente de 2016, não temos nenhuma comédia. Foi coincidência isso. Todos os longas brasileiros em competição são inéditos no país, três deles inéditos no mundo — destacou Santuário na entrevista coletiva.

Para Rubens Ewald Filho, a múltipla seleção representa a resposta a um desafio que a curadoria tenta, a cada ano, superar:

— Gramado é uma lenda. E, tornando-se uma lenda, algumas coisas ficam mais fáceis, outras bem mais difíceis, como manter o status de lenda. O festival está sempre em vias de transformação, crescendo e se modificando, mas sempre sem perder as características que o tornaram tão querido.

Em 2017, também completam-se 25 anos da internacionalização do Festival de Gramado, iniciativa que buscou manter o festival em pé quando a produção nacional foi interrompida com a extinção da Embrafilme pelo governo do presidente Fernando Collor. Dez países são representados nos sete filmes da competição internacional: Los Niños (Chile/Colômbia/Holanda/França), de Maite Alberdi, Pinamar (Argentina), de Federico Godfrid, El Sereno (Uruguai), de Oscar Estévez e Joaquín Mauad, Sinfonía para Ana (Argentina), de Virna Molina e Ernesto Ardito, El Sonido de las Cosas (Costa Rica), de Ariel Escalante, La Ultima Tarde (Peru), de Joel Calero, e X500 (Colômbia/Canadá/México), de Juan Andrés Arango.

Com orçamento previsto de R$ 3,6 milhões, o Festival de Gramado firmou uma parceria com o governo do Canadá, que enviará à Serra uma delegação de profissionais para ministrar seminários e workshops. O evento contará ainda com encontros direcionados a profissionais e universitários do segmento audiovisual, nos dias 24 e 25 de agosto.

Longas brasileiros em competição

A Fera na Selva (RJ), de Paulo Betti

Baseado livremente na obra do escritor americano Henry James, o filme estrelado por Paulo Betti e Eliane Giardini narra a história de um homem que vive à espera de que algo extraordinário venha a acontecer em sua vida, o que o torna incapaz de viver o dia a dia e perceber os pequenos prezares e afetos que o cercam.

As Duas Irenes (SP), de Fábio Meira

Menina de 13 anos de uma família tradicional do interior descobre que seu pai tem uma filha de outra mulher, com a mesma idade e o mesmo nome dela. A revelação a faz perceber como se dão as relações sociais e como o universo adulto se constrói com segredos e mentiras. No elenco estão Isabela Torres, Priscila Bittencourt e Marco Ricca.

Bio (RS), de Carlos Gerbase

Ficção realizada no formato de documentário, o longa  tem uma estrutura narrativa em que a história é contada com depoimentos de 39 personagens sobre um protagonista que nunca é visto. Esse sujeito nasceu em 1959 e morreu em 2070 e tinha uma condição biológica que o impedia de mentir. No elenco estão, entre outros, Maria Fernanda Cândido, Rosanne Mulholland e Bruno Torres.

Como Nossos Pais (SP), de Laís Bodanzky

Maria Ribeiro vive uma mulher que se encontra em uma fase de conflitos pessoais e geracionais. Sente-se pressionada por um casamento em crise, a criação de duas filhas, suas ambições profissionais e os conflitos que vivencia com sua própria mãe.

O Matador (PE), de Marcelo Galvão

Foto: Pedro Saad / Pedro Saad / Netflix

Em clima de faroeste ambientado no interior de Pernambuco entre os anos 1910 e 1940, um temido matador (Diogo Morgado) segue os passos do homem que o criou e desapareceu a mando de um poderoso fazendeiro, com quem o protagonista irá acertar contas.

Não Devore Meu Coração! (RJ), de Felipe Bragança

Roteiro inspirado em contos do escritor Joca Reiners Terron, tem como personagens um menino brasileiro e uma menina indígena paraguaia que vivem na fronteira entre os dois países. A paixão que brota entre os jovens terá como barreiras memórias da Guerra do Paraguai e segredos de família. Cauã Reymond é destaque no elenco.

Pela Janela (Brasil/Argentina), de Caroline Leone

Magali Biff vive uma operária de 65 anos que entra em depressão ao ser demitida da fábrica em que trabalhava na periferia de São Paulo. Ao aceitar viajar de carro para Buenos Aires com seu irmão, ela viverá uma experiência transformadora.

Veja a lista dos curtas nacionais em competição:

#feique, de Alexandre Mandarino (RJ)
A Gis, de Thiago Carvalhaes (SP)
Cabelo Bom, de Swahili Vidal (RJ)
Caminho dos Gigantes, de Alois Di Leo (SP)
Mãe dos Monstros, de Julia Zanin de Paula (RS)
Médico de Monstro, de Gustavo Teixeira (SP)
O Espírito do Bosque, de Carla Saavedra Brychcy (SP)
O Quebra-Cabeça de Sara, de Allan Ribeiro (RJ)
O Violeiro Fantasma, de Wesley Rodrigues (GO)
Objeto/Sujeito, de Bruno Autran (SP)
Postergados, de Carolina Markowicz (SP)
Sal, de Diego Freitas (SP)
Tailor, de Calí dos Anjos (RJ)
Telentrega, de Roberto Burd (RS)

Fonte: Zero Hora

Cinema

[SC] Lançamentos de Cinema | 10/08/2017

Vamos as pérolas da semana.

 

Valerian e a cidade dos mil planetas (Valerian and the city of a thousand planets, Luc Besson, França)

Loucos e Perigosos (Once Upon a Time in Venice, Mark Cullen, Robb Cullen, EUA)

Malasartes e o duelo com a morte (Paulo Morelli, Brasil)

Lady Macbeth (William Oldroyd, Reino Unido)

O Reino Gelado: Fogo e Gelo (Snezhnaya koroleva 3, Aleksey Tsitsilin, Rússia)

O Estranho Que Nós Amamos (The Beguiled, Sofia Coppola, EUA)

A Viagem de Fanny (Le voyage de Fanny, Lola Doillon, França, Bélgica)

O Auge do Humano (el auge del humano, Eduardo Williams, Argentina, Brasil)

 

download

[SL] Vídeo Resenha | Os olhos do dragão – Stephen King

Olá amigos eu sou a Lia, do canal Lia o livro e trouxe uma vídeo resenha do mestre Stephen King.

Título: Os olhos do dragão
Autor: Stephen King
Editora: Viking Press
Ano:1987
Páginas:
Edição: 1

Sinopse: Um conto de fadas escrito pelo mestre do terror? Pode parecer estranho, mas o ‘Os Olhos do Dragão’ é um livro de características bem diferentes das demais obras de Stephen King. Segundo o escritor, esse romance surgiu do desejo de criar algo especial para a sua pequena filha, Naomi. Surgiu, então, a idéia de uma fábula. O resultado é uma história sobre o amor fraternal na qual o autor se dirige ao leitor como se estivesse contando uma lenda em voz alta.

Sigam-me os bons..kk

Blog: http://liaolivro.blogspot.com.br/
instagram: @liaolivro
Twitter: @mayumilia
email: liamayumii@gmail.com
caixa postal 81693-cep: 04378-971-São Paulo/SP