harry-potter-wizards-unite-niantic-warner

[SN-GAMES] Harry Potter Wizards Unite

Olá Bruxos (ou Trouxas),

Hoje venho falar do, já confirmado, jogo de realidade aumentada mais esperado de 2018: “Harry Potter Wizards Unite”.

A Niantic trouxe este mês informações do seu novo jogo em parceria com a Warner Bros. Contudo gerou mais especulações do que material oferecido.

Oficialmente ele será baseado em Harry Potter e em todo o universo criado por J.K. Rowling, incluindo entrevistas e textos extras da autora.

Já que não temos muitas informações o que nos basta é esperar.

Até!

Site Oficial

Game: Link

Pottermore

Segue abaixo os dizeres oficiais do site:

“Explore as vizinhanças e as cidades do mundo real para descobrir artefatos misteriosos, aprenda a conjurar magias para encontrar criaturas lendárias e personagens icônicos pelo caminho”.

SpheraView #76 – Robert Pattinson, sempre crepuscula…com a Dona da Poltrona

rpattz-3-robert-pattinson-31291198-1920-1200

 .

Olá Geeks!!!

Na semana passada, falamos de cenas românticas. Não citei a cena de lua-de-mel de Bella e Edward em Amanhecer, parte 1, da saga Crepúsculo, em que até a cama é quebrada, mas essa cena também é memorável para os românticos e românticas de plantão. Essa semana, falarei do ator que mais gosto em termos de beleza depois de Tom Cruise: Robert Pattinson. O britânico tem 28 anos e é dono de olhos verdes profundos e misteriosos.

O vampiro Edward sempre foi meu preferido na briga que ele travava com Jacob, o lobisomen,  pelo amor de Bella Swan. Adorei todos os filmes, especialmente Amanhecer partes 1 e 2. O amor deles sempre foi puro e eterno. E Edward relutou em transformá-la em vampira para protegê-la. Sempre, porém, teve a sombra inesgotável do melhor amigo de Bella, Jacob.

Os filmes são ótimos e ainda não li os livros. De Robert Patinson também gosto de Cosmopólis que é um filme mais duro e real, sem fábulas de vampiros ou fantasias. Lembranças é um filme que mescla romance e é menos duro que Cosmópolis. A meu ver, Robert manda bem melhor em Cosmópolis em que ele é um cafajeste de um tempo futurista, mas ao mesmo tempo tão próximo dos nossos tempos.

Quem quiser uma comédia mais água com açúcar, vale ver Água para Elefantes com Reese Whiterspoon que lhe deu abrigo após a traição de Kirsten Stewart, sua partner em Crepúsculo e ex-namorada, na vida real.

Aquele ou aquela que quiser viajar mais ainda no tempo poderá ver Harry Potter e  o Cálice de Fogo e Harry Potter e a Ordem da Fênix, em que ele faz Cedrico Digory. Com um ar ainda de adolescente, mas vale muito a pena.

Posso cometer uma heresia, mas a saga Crepúsculo é a melhor saga de vampiros e lobos que eu assisti. Não me canso de ver. O primeiro filme da saga em que Edward reluta em se aproximar de Bella é muito bom. Ali você começa a entender toda a história de amor deles e não tem como não se apaixonar, visto que hoje em dia é raro um amor eterno e também um amor que espera o momento certo do outro.

Robert Pattinson é qualquer nota, simplesmente crepuscular.

Grande abraço!

Até a próxima,

 Anna.

SpheraBooks #05 – O Atlas Esmeralda – Os Livros do Princípio – Parte 1

Clique na imagem para ser direcionado a coluna.

 

Geeks dos Céus,

Só na pressão voltamos ao trabalho para esse maravilhoso início de ano de muitas novidades!!! E para o carro de abre alas vou falar do penultimo livro que li no final de 2012!

Vamos que vamos!!!

resenha_atlasesmeralda_5

Sinopse

Há dez anos, numa noite de inverno, os irmãos Kate, Michael e Emma foram tirados de suas camas às pressas, perseguidos por criaturas estranhas e levados para longe de seus pais, os quais nunca mais viram. Desde então, os três passaram todo esse tempo vivendo em vários orfanatos sem saber o que de fato aconteceu naquela noite. Kate, a mais velha, é a única que tem lembranças dos pais, a quem jurou proteger seus irmãos a todo custo até que a família estivesse reunida novamente; Michael, o do meio, adora o mundo dos livros e histórias de magia e é sempre alvo de implicância dos garotos mais velhos; e Emma, a mais nova, é uma verdadeira encrenqueira, mas de grande coração. Quando chegam a uma mansão abandonada, os irmãos encontram um atlas encantado que os faz viajar no tempo e os leva para uma terra habitada por gigantes, anões, lobos famintos, crianças prisioneiras e uma condessa que é a fonte de todo o Mal. Assim, as crianças que apenas buscavam o paradeiro de seus pais acabam tendo que salvar o mundo.

Book Trailer

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=OUGciTvHpS4]

Análise

Este é o  primeiro livro da Trilogia Os Livros do Princípio, fazendo assim a Estréia do roteirista, diretor e produtor de televisão de Hollywood: John Stephens. O Brasil se soma aos 35 países que foram agraciado com o lançamento desse livro.

Sua ida para o mundo da Literatura Fantástica se dá  a ele gostar do gênero e acredito eu, por causa também da lacuna aberta pelo fim de Harry Potter.

É um livro de fácil leitura, voltado para o público juvenil, que trás consigo algumas “Homenagens” a outros livros de Literatura fantástica mais conhecidos. Algumas resoluções do conteúdo é bem previsível, mas nada que deixe o livro um tédio.

Vale ler sim, ainda mais para relaxar depois de um livro que exige uma leitura mais minuciosa!

Para finaliza, uma das mensagens que o autor espera passar com seus livros é a de que livros podem ser mágicos, qualquer um.

Nota Geral

Bonequinho nota 7

“Anões??? Eu gosto de anões!!!”

Novedades_Mayo_Ya_a_la_Venta_El_Atlas_Esmeralda