Cinema

[SC] Lançamentos de Cinema – 27/07/2017

Olá amigos, encerramos o mês de férias com suaves estreias nas telonas. Destaque para o cinema argentino, que tem tomado forma e conquistado os corações brasileiros.

Dunkirk (Christopher Nolan, Estados Unidos, Reino Unido, França)

Em Ritmo de Fuga (Baby driver, Edgar Wright, EUA)

Como se tornar um conquistador (How To Be A Latin Lover, Ken Marino, EUA)

O Reencontro (Sage-femme, Martin Provost, França)

Em Defesa de Cristo (The case for Christ, Jon Gunn, EUA)

Eva Não Dorme (Eva no duerme, Pablo Aguero, Argentina, França)

download

[SL] Vídeo Resenha | Os olhos do dragão – Stephen King

Olá amigos eu sou a Lia, do canal Lia o livro e trouxe uma vídeo resenha do mestre Stephen King.

Título: Os olhos do dragão
Autor: Stephen King
Editora: Viking Press
Ano:1987
Páginas:
Edição: 1

Sinopse: Um conto de fadas escrito pelo mestre do terror? Pode parecer estranho, mas o ‘Os Olhos do Dragão’ é um livro de características bem diferentes das demais obras de Stephen King. Segundo o escritor, esse romance surgiu do desejo de criar algo especial para a sua pequena filha, Naomi. Surgiu, então, a idéia de uma fábula. O resultado é uma história sobre o amor fraternal na qual o autor se dirige ao leitor como se estivesse contando uma lenda em voz alta.

Sigam-me os bons..kk

Blog: http://liaolivro.blogspot.com.br/
instagram: @liaolivro
Twitter: @mayumilia
email: liamayumii@gmail.com
caixa postal 81693-cep: 04378-971-São Paulo/SP

Cinema

[SC] Lançamentos de Cinema – 20/07/2017

A franquia Transformers nos traz a saga do último cavaleiro e nas produções nacionais, os Detetives do Prédio Azul  promete sucesso entre a garotada.

Transformers: o último cavaleiro (Transformers: the last knight, Michael Bay, Estados Unidos)

Detetives do Prédio Azul (André Pellenz, Brasil)

Love Film Festival (Manuela Dias, Brasil)

audiobooks A-Guerra-Salvou-Minha-Vida-DarkSide-Books-post4

[SL] Vídeo Resenha | A Guerra que salvou a minha vida – Kimberly Brubaker

Desde que anunciaram o lançamento de A Guerra que Salvou a minha vida eu fiquei bem louco para ler. Hoje, trago as minhas impressões sobre esta leitura.

Sinopse: “A Guerra que Salvou a Minha Vida” é um daqueles romances que você lê com um nó no peito, sorrisos no rosto e – entre um parágrafo e outro – lagrimas nos olhos. Uma obra sobre as muitas batalhas que precisamos vencer para conquistar nosso lugar no mundo. Ada tem dez anos (ao menos é o que ela acha). A menina nunca saiu de casa, para não envergonhar a mãe na frente dos outros. Da janela, vê o irmão brincar, correr, pular – coisas que qualquer criança sabe fazer. Qualquer criança que não tenha nascido com um “pé torto” como o seu. Trancada num apartamento, Ada cuida da casa e do irmão sozinha, além de ter que escapar dos maus-tratos diários que sofre da mãe. Ainda bem que há uma guerra se aproximando. Os possíveis bombardeios de Hitler são a oportunidade perfeita para Ada e o caçula Jamie deixarem Londres e partirem para o interior, em busca de uma vida melhor.

Cinema

[SC] Lançamentos da Semana – 15/06/2017

Olá Geeks! Nossa dica da semana aponta para o lançamento de um filme nacional muito gracioso. Um tio quase perfeito vem aquecer os tambores para o período de férias que se aproxima.

Fiquem atentos e privilegiem a sétima arte.

 

À Sombra de Duas Mulheres (L’ombre des femmes, Philippe Garrel, França, Suíça)

Baywatch (Seth Gordon, Estados Unidos)

Um Tio Quase Perfeito (Pedro Antônio, Brasil)

David Lynch: A Vida de Um Artista (David Lynch: The Art Life, Jon Nguyen, Rick Barnes, EUA, Dinamarca)

 

Tudo e Todas as Coisas (Everything, everything, Stella Meghie, EUA)

Colossal (Nacho Vigalondo, Canadá)

Os Transgressores (Luis Erlanger, Brasil)

15

A Terra Vermelha (La tierra roja, Diego Martinez Vignatti, Bélgica, Brasil, Argentina)

Sepultura Endurance (Otavio Juliano, Brasil)

arte_OCorcundaNeNotreDame_bolso

[SL] O Corcunda de Notre Dame | Clube de Leitura e Escrita (Maio/2017)

O nome original deste livro é Notre-Dame de Paris e foi  escrito em homenagem ao aniversário de Notre Dame.

Tudo se passa na Paris da segunda metade do século XV, um período medieval, durante o reinado de Luís XI (época em que a cidade é tomada por ciganos, artistas de rua, mendigos, etc.) e as construções são góticas, e as vielas estreitas.  Victor Hugo critica e ironiza a justiça, critica as desigualdades e as penalidades, o autoritarismo e o clero. Fala do perigo das generalizações e fala de preconceitos.

O ano é 1482 e não existe um personagem principal, como pode sugerir o título, mas vários. O Corcunda de Notre Dame nos fala não só do corcunda Quasímodo, mas também da cigana Esmeralda, do poeta pobretão Gringoire, do capitão mau caráter Phoebus e, principalmente, do arquidiácono Claude Frollo.

O livro tem personagens bem marcantes e bem construídos. Como é de praxe nas obras de Victor Hugo, este livro é recheado de passagens filosóficas, históricas e uma detalhada descrição da arquitetura tanto da catedral como da cidade na época, não searte_OCorcundaNeNotreDame_bolso esquecendo dos personagens, desde os pedintes e ciganos até o rei e a nobreza, que eram destaque nesse tempo. São  capítulos inteiros descrevendo a cidade ou a catedral, e ele interrompe  a história para explicar como funcionavam as coisas na época em questão (o que pode ser cansativo para alguns leitores). 

O Corcunda de Notre Dame fala de amor, de amores, dos vários tipos de amor. Fala do amor de mãe, eterno, único, incondicional, o maior de todos. Fala do amor de um filho renegado para com o pai que o criou. Fala de amor romântico, utópico, sonhador e cego. Fala de amor não correspondido e como cada um reage diferente a ele. Fala do amor obsessivo, cruel, do amor que não é amor. Fala do amor entre irmãos, de compaixão e do amor desprendido, do amor que não quer nada em troca, que deseja a felicidade do outro acima de tudo.

quasimodoNesse contexto vivem Esmeralda, uma linda cigana que ganha a vida fazendo apresentações de dança nos espaços públicos; o arcediago Claudio Frollo que adotou Quasímodo, um rapaz coxo, corcunda e caolho, que ficou surdo de tanto tocar os sinos da catedral de Notre-Dame. Ao ver Esmeralda dançar na rua, Claudio Frollo se apaixona por ela, de maneira possessiva e violenta. Quasímodo também se apaixona por Esmeralda, mas de maneira platônica e inocente. Porém, a jovem gosta mesmo é de Febo, um membro da guarda real que já está comprometido e tem apenas a intenção de se aproveitar dela. Resumindo a estória, Esmeralda é acusada de uma tentativa de assassinato da qual ela é inocente. Para impedir a morte dela, Quasímodo a leva para a catedral de Notre-Dame, local que não poderá ser violado pela justiça. Porém, as coisas fogem ao controle e muita coisa vai rolar envolvendo esses personagens.

Victor Hugo é extremamente detalhista, especialmente na primeira metade do livro. Ele fala de arquitetura, de como ela era uma forma de se contar e de se registrar uma história, ou a História. Descreve a catedral, as ruas e os prédios de Paris minuciosamente.

Eis um grande passaporte cultural que não pode ser esquecido nas estantes.

Conheça uma animação em 3D que mostra esta Paris medieval.

 

Cinema

[SC] Lançamentos da Semana – 01/06/2017

Olá geeks e cinéfilos, vamos conferir os lançamentos da semana? O trailer mais esperado é sem dúvida  Mulher Maravilha.

Mulher-Maravilha (Wonder Woman, Patty Jenkins, EUA)

Z – A cidade perdida (The Lost City of Z, James Gray, EUA)

Inseparáveis (Inseparables, Marcos Carnevale, Argentina)

Amor.com (Anita Barbosa, Brasil)

As Aventuras de Ozzy (Ozzy, Alberto Rodriguez, Nacho La Casa, Espanha)

Cinema

[SC] Lançamentos da Semana – 25/05/2017

Uma franquia que conquistou o coração do público volta para arrasar nos lançamentos dessa semana. Fique atento e confira!

 

Piratas do Caribe: A Vingança de Salazar (Pirates of the Caribbean: Dead men tell no tales, Joachim Rønning, Espen Sandberg, Estados Unidos

A Vida Após a Vida (Zhang Hanyi, China)

Punhos de sangue (The Bleeder, Philippe Falardeau, EUA)

Faces de Uma Mulher (Orpheline, Arnaud des Pallières, França)

Dégradé (Arab Nasser, Tarzan Nasser, França, Palestina, Qatar)

Real – o plano por trás da história (Rodrigo Bittencourt, Brasil)

Reset (Relève: Histoire d’une création, Thierry Demaizière, Alban Teurlai, França)

Comeback: um matador nunca se aposenta (Erico Rassi, Brasil)

download

[SL] A Guardiã de Muiraquitãs | Gustavo Rosseb

Neste segundo volume da série As Aventuras de Tibor Lobato, Sátir desaparece e seu irmão Tibor Lobato, junto com o amigo Rurique, partem em busca de pistas, numa jornada que envolve viagens subaquáticas, cidades fantasmas, ataques de lobisomens, botos e filhotes de saci.

Quando os garotos pensam que as coisas não podem piorar, recebem um aviso da Guardiã de Muiraquitãs de que o último amuleto, que poderia garantir a vitória sobre a Cuca, foi roubado. Os rumores são de que o suposto ladrão é um forasteiro que ronda a Vila Serena, gerando muitas suspeitas e ainda mais mistérios. É chegada a hora de enfrentar a quaresma mais uma vez onde tentar sair ileso é uma tarefa quase impossível.

Ele deveria ter tomado mais cuidado com seus desejos…

Aventura / Fábula / Fantasia / Ficção / Infantojuvenil
Ano: 2016 / Páginas: 336
Idioma: português
Editora: Jangada

14324_gg

[SL] Para educar crianças feministas| Chimamanda Ngozi Adichie

Sabe aquele livreto que você deve carregar na bolsa, junto de sua carteira ou mesmo o livro de orações? Chimamanda nos deixa aqui observações aparentemente singelas que podem modificar o mundo com pequenas ações diárias, pequenas mudanças de pensamento que há muito tempo estão enraizados em nossas mentes.

Fui convidada por uma amiga para participar de uma reunião do grupo “Leia Mulheres” que acontece mensalmente aqui em Campinas e em muitas cidades pelo Brasil. O livro escolhido era este pequeno e singelo diamante, que eu de pronto já tinha rotulado de chato e enfadonho porque não gosto de debater sobre feminismo.

A autora recebe uma carta de uma amiga de infância onde a amiga pede conselhos sobre coo criar uma criança feminista. De início, Chimamanda se sente incapaz de responder a esta pergunta, porém desenvolve quinze conselhos para sua amiga Ijewele criar sua filha Chizalum como feminista.

Fiquei envergonhada ao final da leitura. Todos os conselhos são maravilhosos e identifiquei em mim tantas coisas negativas enraizadas devido a criação e vivências que tive, que a primeira reação minha era deixar junto a minha bolsa este livreto  para nunca esquecer destas lições.

Esta palestra foi dada em um evento TEDx local, produzido independentemente das conferências TED.  Nesta palestra sincera e engraçada, Chimamanda Adichie questiona os papéis dos gêneros e sugere uma forma diferente de pensar sobre eles, uma que poderia realmente trazer igualdade.

Título original: DEAR IJEAWELE OR A FEMINIST MANIFESTO
Tradução: Denise Bottmann
Páginas: 96  Lançamento: 24/02/2017
ISBN: 9788535928518    Selo: Companhia das Letras

Cinema

[SC] Lançamentos de Cinema – 18/05/2017

Filmes de ótima qualidade para esta semana! Aproveitem.

Rei Arthur – A Lenda da Espada (King Arthur, Guy Ritchie, Estados Unidos)

Collide (Eran Creevy, Reino Unido, Alemanha)

O Rastro (J.C. Feyer, Brasil)

A Vida Após a Vida (Zhang Hanyi, China)

Um Casamento (Mônica Simões, Brasil)

Más Notícias Para O Sr. Mars (Des Nouvelles De La Planète Mars, Dominik Moll, França, Bélgica)

Um homem de família (The Headhunter’s Calling, Mark Williams, EUA)

Real – o plano por trás da história (Rodrigo Bittencourt, Brasil)

Corra! (Get Out, Jordan Peele, EUA)