d6e79f8f0e1b19f09dee106619777d7a--star-trek-motion

[DIÁRIO DE BORDO] Estamos de Volta!

Data estelar 0810.17

 Depois de nossos sistemas caírem devido a forças ainda não conhecidas, voltamos ao nosso estado normal.

Nossas colunas estão no ar com  força total, mas o podcast continua no hangar para reformas.

Outra novidade é que toda os nossos comentários no blog serão através dos nossos emails:

- contato@spherageek.com (Todas as colunas exceto literatura)

- clubedolivro@spherageek.com (Literatura)

Qualquer dúvida é só falar!

Att.

Thiago Simão

Capitão

b6vkG

SpheraCine #03 – A volta da série Arquivo X!

Olá, Geeks que acompanham A Dona da Poltrona!!

 

Na última terça-feira, dia 24 de março, uma notícia bombou nas redes sociais: a Fox anunciou o retorno da série Arquivo X com David Duchovny e Gillian Anderson em apenas seis episódios, série limitada. Os Xers(como são chamados os fãs da cultuada série americana) ficaram em polvorosa.

Então, a Dona da Poltrona vai relembrar os dois filmes que foram lançados pela Sétima Arte inspirados na série que movimentou os anos 90, rivalizando com Plantão Médico, ou ER.

O primeiro filme: Arquivo X, o Filme, é muito bom e leva um novo público às salas de cinema. Não precisava ser aficcionado para entender a trama. O que mais chamou a atenção dos fãs foi o quase beijo de Mulder e Scully porque Chris Carter, o diretor da série, fazia questão de manter a relação deles platônica, apesar do amor que um sentia pelo outro ser latente e visível. Scully protagonizou algumas cenas de ciúme do parceiro. Mulder era psicólogo e acreditava em discos voadores principalmente após sua irmã ter sido abduzida quando ele era criança. Scully era médica perita e abandonou a Medicina para ser agente do FBi. Sempre foi extremamente cética apesar de Mulder sempre a convencer de embarcar nos casos mais complicados tachados de “arquivos secretos” ou X Files, daí o nome da ´serie.

Arquivo-X, o Filme acontece entre a quinta e sexta temporadas. E Arquivo X, Eu quero acreditar, seis anos após o fim da série. O segundo filme mostra Scully trabalhando num hospital católico e sendo convencida por Mulder a ajudá-lo a desvendar um mistério envolvendo um padre e, claro, atividades paranormais.

Difícil dizer qual é o melhor filme, ainda mais para quem é fã. Eu adorei os dois, mas eles não tiveram a “pegada” da série. E no segundo, faltou a célebre trilha de Mark Snow, imortalizada na série de televisão.

Há personagens inesquecíveis, além dos protagonistas, como Canceroso, Skinner, Garganta Profunda, o informante do governo e os Pistoleiros das Galáxias, amigos de Mulder, que o ajudavam a desvendar alguns mistérios por serem experts em Informática. Os nerds da coluna e do Sphera Geek irão gostar deles.

Vale a pena assistir às temporadas de Arquivo X no TCM, no Netflix e no Claro Vídeos do Net Now e aguardar ansiosamente, como eu, o retorno de Foz Mulder e Dana Scully. Estou revendo a primeira temporada e pretendo rever as outras, no Net Now.

Sim, acho David Duchovny maravilhoso e por uma felicidade do destino, o vi em Nova York, na Quinta Avenida, em frente à Swatch, em maio de 2001.

Super recomendo!!!

Feliz Páscoa!!

Forte abraço,
Assinatura Anninha